Loading...

Algemadas – A trajetória de mães que adoeceram com a dependência química dos filhos

R$23,70

Categoria:
Loading...

Descrição

Milena Beduschi e Raphael Moroz
ISBN: 978-85-61868-51-2
Número de Páginas: 87
Peso: 0,155

Com o passar dos anos, o consumo de drogas atingiu proporções gigantescas. Essa prática – que já é considerada um problema de saúde pública – vicia e pode levar à morte. Ela não destrói somente a vida do usuário, mas também a das pessoas que são mais próximas a ele.
No livro Algemadas – A trajetória de mães que adoeceram com a dependência química dos filhos, o consumo de drogas é visto através de outra perspectiva.
As histórias retratadas revelam detalhes da trajetória de seis mulheres que passaram a viver em função da dependência química dos filhos, se tornando reféns desse problema social. Mães que não conseguiam mais dormir, que ficaram doentes e desmotivadas a cuidarem de suas próprias vidas. Mulheres de personalidade forte e com histórias impressionantes, que lutam pela reabilitação e sobrevivência de seus filhos.

Introdução, 13

1 Codependência: a doença que afeta a família, 15
1.1 Entendendo a codependência, 16
1.2 Conhecer para tratar, 18

2 Drogas: da Pré-História à atualidade, 21
2.1 Drogas e criminalidade, 22

3 Pequena fortaleza, 24
3.1 “Deem um olhar a mais pra Clara”, 25
3.2 “Filho de pastor é sempre muito cobrado”, 26
3.3 “Frustra, Senhor, os planos do diabo em relação à Clara”, 27
3.4 “Enquanto ela se fortalece na clínica, você se fortalece lá”, 29
3.5 Sofrimento necessário, 32
3.6 “O cair é do homem, mas o levantar é de Deus”, 33

4 Escudo, 35

5 Quebra-cabeça contraditório, 44
5.1 Solidão, 45
5.2 Vergonha, 46
5.3 Amor, 48
5.4 Esperança, 50

6 Feliz Dia das Mães!, 52

7 Sargentona disfarçada de mãe, 62
7.1 A certeza, 64
7.2 Na pele, 65
7.3 A queda, 66
7.4 A mudança, 68
7.5 Nova fase, 70

8 Algemada, 72

9 Filho dependente, mãe doente, 84

Referências, 87

Quando criança, MILENA BEDUSCHI já demonstrava interesse pelos livros e pela arte de escrever. Aos 18 anos, ingressou no curso de Jornalismo da Universidade Positivo, onde se envolveu com mídia impressa, televisão e rádio.Trabalhou na redação do Jornal do Estado e na agência de notícias Bem Paraná. Foi premiada no Festival Universitário de Cinema e Vídeo de Curitiba em duas categorias, além de ter participado da produção do documentário “Quem é você? Desmascarando o carnaval curitibano”, que foi exibido no 15º Festival Brasileiro de Cinema Universitário, no Rio de Janeiro, e na Cinemateca de Curitiba.

Jornalista por formação, RAPHAEL MOROZ divide seu tempo entre a Editora Ibpex, onde prepara e revisa livros didáticos e comerciais, e a sala de aula. Nessa última, é estudante de Psicologia. Possui experiência em televisão, rádio e cinema, tendo sido agraciado com diversos prêmios jornalísticos. Além disso, apresentou artigos em congressos de comunicação pelo país afora. Escreve constantemente em seu blog, o “Retratar é viver”. Fala sobre cinema, literatura e comportamento, temas pelos quais é apaixonado.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Algemadas – A trajetória de mães que adoeceram com a dependência química dos filhos”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produtos Relacionados