Loading...

Estado de Espírito

R$28,00

8% de desconto

pagamento com boleto bancário

Parcele em até 4X sem juros

parcela mínima R$ 30,00

Parcelamento
1x de R$28,00 sem jurosR$28,00
Loading...

Descrição

Sergio de Sersank
ISBN: 978-85-61868-50-5
Número de Páginas: 192
Peso: 0,380

Os poemas de Sergio de Sersank refletem momentos especialíssimos de imersão no reino imperecível das palavras, esse mundo metafísico de sons, imagens, ideias e emoções em perene processo de gestação, descoberta e aprimoramento onde se amoldam as mais legítimas inspirações da sabedoria e da arte. Fluem impregnados de tais elementos e – com a suavidade da brisa que passa, nos tocam. Falam de algo mais do que nos grita a transitoriedade de tudo: proclamam a transcendência dos nossos seres. Induzem, a refletir sobre o sentido da existência humana e sua finalidade superior. Despertam. Sensibilizam. Comovem. Elevam o estado de espírito.

Apresentação, 11
A Bênção das Lágrimas, 13
A Criança Abandonada, 14
A Fome Afugenta o Sonho, 17
Ahinsa!, 19
Alerta aos Governantes, 21
À Meia Luz, 25
Amigos, Certos Amigos, 27
Ao Leve Roçar da Brisa, 28
Ao Pé da Lápide Fria, 30
Apelo ao Amor Tardio, 31
Apocalipse, 32
A Poucos Passos de Mim, 34
Ars Poetica, 35
As Noites Acabam num Dia, 37
A Velha Árvore, 39
Balada do Amor Impossível, 42
“Berceuse”, 44
Caminho, Verdade e Vida, 45
Cantiga do Amor Ausente, 46
Cantiga do Amor Efêmero, 48
Cantilena do Amor Findo, 50
“Carpe-diem!”, 51
Chamamento, 53
Como Bolhas de Sabão, 56
Conclave, 57
Crepuscular, 59
Da Arte de Bem Viver, 60
Da Breve Incursão nos Domínios do Eterno, 61
Daqui a Mil Anos, 63
Das Poucas Opções ao Desespero, 65
De Avô Para os Netinhos, 67
Desafogo, 70
Desencantação, 72
Despedida, 73
Dor e Tédio, 74
Eben-Ézer, 75
Em Tributo aos Baluartes, 77
Enquanto é Noite em Minh’Alma, 80
Estes Poemas que Lês, 82
Exortação da Estrada, 84
Gravura, 85
História de Vilarejo, 86
Histórias, 87
História Urbana, 88
“In Extremis”, 91
Infinitude, 92
Inscrição na Lápide, 93
Interlúdio, 94
Interlúnio, 96
Lição das Coisas, 98
Lições de um Pesadelo, 100
Madrigal, 102
Mensagem, 103
Na Hora do Desespero, 104
Natureza, 106
Nênia da Morte das Crenças, 108
Nossas Reais Diferenças, 110
No Último Festim, 112
Obstinação, 117
O Dia de Hoje, 118
O Poema da Inquietação, 120
Oração do Enfermo, 121
Oração dos que Abraçam suas Causas, 123
O Restaurador, 124
Os Óculos de Drummond, 126
Os Poemas, 127
O Vale da Sombra e da Morte, 129
O Vento que Passa me Ensina, 130
O Verbo, 132
Palavras, 133
Partida de Xadrez, 134
Pelos Ditames da Lei, 135
Pétalas Astrais, 137
Poema Conjetural, 139
Poema da Noite Vazia, 141
Poema do Injustiçado, 143
Poemedo, 146
Poetrix, 149
Projeção, 151
Quadras Hendecassílabas, 152
Quadrinhas, 153
Queixume, 160
Recomeço, 161
Registro, 163
Repensando a Tentação, 165
Rogativa, 168
Sobre o Gosto de Viver, 169
Sobressalto em Viagem, 171
Solilóquio, 173
Subjetividade, 174
Súplica do Viandante, 175
Tragédia Urbana, 176
Tudo a Ver… Nada a Ver, 179
Uma Proposta aos Sensíveis, 180
Uma Questão Cosmogenética, 182
Um Caso de Solidão, 183
Um Homem Morre de Frio, 184
Um Velho Clichê, 187
Um Velho Perde o seu Cão, 189
Uma Tarde, 191

Sergio de Sersank, poeta paranaense natural de Florestópolis, define-se como homem comum, em paz consigo e com a vida. Libertário. Independente. Um cidadão do mundo ou “monda civitano”, na língua esperanto, que fala com fluência e divulga com otimismo.
Sersank vem de uma infância muito pobre, sendo o 3º da prole de sete filhos de modesto sapateiro. Na adolescência devorou a estante de livros de um tio farmacêutico. Mais tarde estudou toda a obra de Allan Kardec. Complementou esses estudos com os clássicos da literatura espírita. Encantou-se com o “Parnaso de Além-Túmulo” e com a figura ímpar de Chico Xavier. Convencido da existência de Deus – da imortalidade da alma e da reencarnação, abraçou essa doutrina. Teve também suas experiências mediúnicas. Fez ainda estudos de Meditação Transcendental, Esoterismo e Conscienciologia.
No campo profissional exerceu as mais diversas atividades, indo de engraxate a supervisor operacional de utilidades industriais. Depois foi servidor público.
Formou-se em Administração legislativa pela UNISUL – SC. Atualmente presta serviços de consultoria legislativa e faz revisão de textos editoriais.
Casado desde 1985 vive modestamente com a esposa e três filhos, sendo um adotivo. Reside atualmente em Londrina.
Sersank é um artesão das palavras. Sua poesia não se restringe ao lugar-comum do sentimentalismo fútil. Induz à reflexão dos problemas do mundo e desperta a consciência do leitor para os legítimos valores do homem. Seus poemas fluem com espontaneidade e singeleza. Agradam, sensibilizam, elevam o estado de espírito. São, como ele diz, “poemas de caminhar”.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Estado de Espírito”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produtos Relacionados