Loading...

Infância e Inclusão Social: cenas da experiência humana

R$32,00

Categoria:
Loading...

Descrição

Franciele Clara Peloso e Sandra Salete de Camargo Silva
ISBN: 978-85-61868-69-7
Número de Páginas: 148
Peso: 0,210

Por intermédio de produções inéditas de autores conceituados em várias áreas do conhecimento – dedicados a desvendar a sociedade atual –, esta coletânea traz à tona o diálogo que envolve o cenário educacional no que se refere à Infância e à Inclusão Social, apontando diferentes olhares acerca das experiências humanas.
A compreensão de educação como direito social na infância, parte de apontamentos de professores, árduos pesquisadores, como Franciele Clara Peloso, Sandra Salete de Camargo Silva, Nájela Tavares Ujiie, Ercília Maria Angeli Teixeira de Paula, Aurélio Bona Júnior, Antonio Charles Santiago Almeida e Valkiria Alexandre de Novais, na pretensão de contribuir para a análise crítica destes obstáculos desafiadores, por meio de diferentes perspectivas que ampliam a discussão acerca da inclusão para além dos portões escolares, redimensionando tal debate também no âmbito social, político e econômico.
Cerramos as cortinas desta obra com ao olhar crítico, vívido e sensível de Elydio dos Santos Neto, que nos deixa saudade: “a obra Infância e Inclusão Social: Cenas da experiência Humana anuncia nossas infâncias e nossas crianças em direção à inclusão e ao estabelecimento das condições necessárias para o trabalho com as infâncias […] e que estas sejam não apenas ‘examinadas’ e ‘pensadas’, mas efetivamente consideradas e ouvidas como seres de direito”.

Prólogo,  11

1. Um Olhar Sobre Infâncias e Crianças: da Experiência Negada à Condição da Existência Humana, 15
1.1. Referências, 33

2. Educação na Infância: Tempo Edificado no Direito Social, 37
2.1. Introdução, 37
2.2. Educação para e com todas as crianças: seara fecunda, 40
2.3. Educação e a criança com deficiência, 43
2.4. Para não concluir…, 57
2.5. Referências, 58

3. As Brinquedotecas em Diferentes Contextos: Múltiplas Formas de Interagir na Contemporaneidade, 63
3.1. A organização dos espaços destinados ao brincar para crianças no Brasil, 63
3.2. As brinquedotecas no Brasil – novos modos de viver as diferentes infâncias, 68
3.3. Revisão de literatura sobre brinquedotecas em diferentes contextos no Brasil, 71
3.4. Referências, 76

4. O Lúdico como Direito e Manifestação Cultural da Infância: Apontamentos e Interlocuções, 81
4.1. Breve histórico dos significados do lúdico e a infância ao longo da história, 82
4.2. O elemento lúdico: definição de brinquedo, brincar, brincadeira e jogo, 90
4.3. O elemento lúdico nas políticas educacionais e o papel do brincar na Educação Infantil, 101
4.4. Considerações tangíveis, 107
4.5. Referências, 108

5. A Educação Emancipatória da Sexualidade na Infância e a Inclusão Social, 113
5.1. A educação da sexualidade na legislação educacional brasileira e o sentimento de infância, 115
5.2. A educação da sexualidade em perspectiva emancipatória e o exercício da cidadania, 121
5.3. Considerações finais, 126
5.4. Referências, 127

6. Filosofia E Psicanálise: um Debate em Torno do Cotidiano Escolar, 131
6.1. Considerações iniciais, 131
6.2. Filosofia e psicanálise: uma relação possível no ambiente escolar, 132
6.3. O chão da escola, 135
6.4. Eu e Me: da socialização à violência, 139
6.5. Considerações finais, 142
6.6. Referências, 144

Posfácio, 145

FRANCIELE CLARA PELOSO
Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (2005). Mestre em Educação na linha de História e Políticas Educacionais pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2009). Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos, na linha Educação Escolar: Teorias e Práticas. Tem experiência na área da Educação, com ênfase nas teorias voltadas para a Educação da Infância, Educação Infantil, Movimentos Sociais, Educação do Campo e Formação de Professores.

SANDRA SALETE DE CAMARGO SILVA
Graduada em Pedagogia pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras de Guarapuava (1989), e em Direito pela Universidade Estadual de Maringá (1994). Mestre (2006) e Doutora (2011) em Educação pela Universidade Estadual de Maringá. Atua como profissional na UNESPAR/União da Vitória na docência de Educação Especial e Inclusiva, Gestão Escolar e Estágio em Gestão. Faz parte da Coordenação de Gestão de Projetos do PIBID. Possui experiência na área de Educação e Direito, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino, Educação Inclusiva e Educação Especial, atuando principalmente em temas contemporâneos. Lidera e coordena o Núcleo de Estudo e Pesquisa em Educação, Direito e Inclusão (NEPEDIN). Ministra conferências, seminários, palestras, cursos e debates para formação de profissionais.
Contato: [email protected]

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Infância e Inclusão Social: cenas da experiência humana”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produtos Relacionados