Loading...

Instituições e Economia Brasileira – Uma perspectiva teórica, econômica e histórica sobre o atraso econômico

R$71,00

Categoria:
8% de desconto

pagamento com boleto bancário

Parcele em até 4X sem juros

parcela mínima R$ 30,00

Parcelamento
1x de R$71,00 sem jurosR$71,00
2x de R$35,50 sem jurosR$71,00
Loading...

Descrição

Adriana Kirchof de Brum e Airton Pinto de Moura (organizadores)
ISBN: 978-85-5544-013-7
Número de Páginas: 352
Peso: 0,500

A discussão em torno das oportunidades de acumulação de capital traz, à tona, a forma como se articulam e se configuram as instituições. Sob essa ótica, o desempenho é subjacente ao tipo de estratégia político-econômica adotada pelos atores imersos em um ambiente institucional específico.

Por vias de fato, a apreciação das características de um regime de acumulação deve considerar duas questões essenciais sob o ponto de vista teórico: o primeiro diz respeito ao fato de que na realização de qualquer análise, devem-se evitar generalizações sob o risco de simplificar a realidade existente, bem como a complexidade dos problemas que a cercam. Em segundo lugar, antes que sejam estabelecidas leis de comportamento de cada período, recomenda-se sejam estudadas as características que embasam a formação socioeconômica de cada lugar em seu tempo, assim como sua história e a evolução do arcabouço institucional que dão aporte à aplicação das políticas de desenvolvimento.

Nesse contexto, a presente obra traz uma coletânea de trabalhos que destacam as especificidades da configuração institucional na determinação dos resultados da economia nacional, em diferentes períodos de sua história, a começar pela época colonial. O foco da análise ocorre sob três perspectivas principais – a histórica, a econômica e a teórica- no intuito de averiguar as características na construção de consensos e na criação de mecanismos de administração de interesses e o surgimento de sinergias nas esferas econômica, política, social e inovativa no Brasil, e buscar entender as razões do seu atraso econômico.

CAPÍTULO 1        15

Instituições da América Portuguesa

Luiz Paulo Ferreira Nogueról

CAPÍTULO 2        49

Sobre a Intencionalidade da Política Industrializante no Brasil na Década de 1930

Pedro Cezar Dutra Fonseca

CAPÍTULO 3        73

O atraso econômico e a matriz institucional brasileira: uma abordagem a partir de Douglass North e Raymundo Faoro

Hélio Afonso de Aguilar Filho

Ramón Garcia Fernández

Maurício Aguiar Serra

CAPÍTULO 4        99

Credibilidade e crise: uma análise institucional da década de 1960

Sérgio Marley Modesto Monteiro

CAPÍTULO 5        149

Estrutura e mudança Institucional na Primeira República

Catarina de Miranda Scherer

CAPÍTULO 6        193

Instituições e Política Econômica: o II PND

Pedro Cezar Dutra Fonseca

Sérgio Marley Modesto Monteiro

CAPÍTULO 7        221

Instituições e a reforma do Estado brasileiro entre 1995 e 2002

Adriana Kirchof de Brum

Airton Pinto de Moura

CAPÍTULO 8        253

Instituições e Economia Brasileira na crise dos anos 1980 e nos desafios dos anos 1990

Octavio Augusto Camargo Conceição

CAPÍTULO 9        295

Institucionalidade do “jeitinho brasileiro”: regras implícitas ou hábitos dos indivíduos?

Joyce Tognola Pimentel

CAPÍTULO 10     337

Mercado de Etanol Brasileiro: uma análise do desempenho econômico a partir do ambiente institucional

Adriana Kirchof de Brum

Airton Pinto de Moura

Alex Sandro Richter Won Mühlen

Adriana Kirchof de Brum

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Maria, mestrado em Economia pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atua principalmente, nos seguintes temas: políticas públicas, desenvolvimento regional, economia brasileira e economia institucional.

Airton Pinto de Moura

Possui graduação em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria, mestrado em Gestão de Negócios pela Universidade Federal de Santa Catarina e Doutorado em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atua principalmente nos seguintes temas: gestão pública, análise de mercado e desenvolvimento econômico.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Instituições e Economia Brasileira – Uma perspectiva teórica, econômica e histórica sobre o atraso econômico”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produtos Relacionados