Loading...

O Corvo Negro

R$43,50

Categoria:
Loading...

Descrição

Vassel Scliar – Tradução Emílio Gaudeda
ISBN: 978-85-61868-96-3
Número de Páginas: 345
Peso: 430

O Corvo Negro

Contos épicos nas páginas brancas da história da Ucrânia.

    Há poucos povos cujas lutas pela existência nacional podem se igualar às do povo ucraniano. Desde as invasões turcas dos séculos IX a XI, depois das hordas mongóis desde o século XIII, durante o domínio da Rússia tzarista nos séculos XVIII e XIX e soviética no século passado, o povo ucraniano pegou nas armas para defender seus territórios e seus direitos de viver livre e independente.

O romance O Corvo Negro,  da autoria do conhecido escritor Vassel Scliar, reflete uma dessas lutas. Trata-se da guerrilha na região de Kholódnei Iar. Ucrânia central, contra o regime da União Soviética.

A classe dos camponeses ucranianos, inconformada com a nova política agrícola soviética, com o sequestro de alimentos e outros bens, pegou nas armas, se não para impedir, pelo menos para dificultar o enraizamento do odioso regime vindo de moscou. A luta heroica contra um inimigo insuperavelmente mais numerosos e mais bem organizado, desde seu início em 1919 até o final em 1924, embora condenada à derrota, mostra determinação e a disposição dos guerrilheiros e seus otamanes de lutar até o fim, até o último homem, e dos camponeses, de apoiá-la em tudo que for necessário.

Merece aqui salientar o trabalho do tradutor prof. Emilio Gaudeda. Mesmo nascido no Brasil, seu domínio do idioma ucraniano e da história da Ucrânia é excelente. Esta tradução vai permitir ao público brasileiro e especialmente ao descendentes de ucranianos conhecer alguma coisa da história ucraniana.

 

Volodymyr Galat.

Primeira Parte………005

Segunda Parte………123

Terceira Parte……….197

Quarta Parte…………279

Vassel Scliar

Nasceu na província de Tcherkasse, Ucrânia, em 10 de junho de 1951. Escritor e ativista político ucraniano. Um dos mais renomados e lidos na atualidade. Muitos o chamam de pai dos best-sellers ucranianos. Estudava na Faculdade de Filologia da Universidade de Kiev, mas sob ameaça de expulsão, transferiu-se para a Universidade de Erevan, na Armênia, onde se formou em 1972. Trabalhou na imprensa até 1986, quando passou a se dedicar exclusivamente à literatura.

 

Sobre Emílio Gaudeda (tradutor)

Ex-professor de Língua Portuguesa, Literaturas da Língua Portuguesa, redação técnica e oficial, também com registro no MEC de professor de Psicologia e História. Consultor do Serviço de Telegramática durante 15 anos e seu coordenador durante 8 anos.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Corvo Negro”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produtos Relacionados