Loading...

Paraná Preto

R$27,00

Categoria:
8% de desconto

pagamento com boleto bancário

Parcele em até 4X sem juros

parcela mínima R$ 30,00

Parcelamento
1x de R$27,00 sem jurosR$27,00
Loading...

Descrição

Aline Reis e Maria Carolina Scherner
ISBN: 978-85-61868-90-1
Número de Páginas: 118
Peso: 0,170

Paraná Preto” é um livro-reportagem que aborda a trajetória do Movimento Negro no Paraná. Histórias de organizações afro-brasileiras de várias regiões do Estado são contadas. Mas, também, as de gente comum, negras e negros que vivem numa das regiões onde a cultura negra é mais negada no país.
As histórias se separam, se confrontam e se complementam, mesmo que algumas das personagens sequer se conheçam. O escrito aborda saúde, política, religião, educação e diversas outras facetas do Movimento Negro.
O convite ao leitor é para que viaje pelo Paraná e compartilhe as histórias que foram levantadas. Não é pretensão do livro encerrar os debates acerca das temáticas relacionadas à população afro-brasileira, pelo contrário. Instigar é o objetivo. Veremos se cumprimos.

Em seu livro de estreia as jornalistas curitibanas, Aline Reis e Maria Carolina Scherner, traçam o perfil das organizações e frentes que compõem o movimento negro no Paraná. No ano em que acontece a Marcha das Mulheres Negras em Brasília, e que é, também, um período repleto de denúncias de racismo, as escritoras discorrem sobre a atuação de negros e negras num estado considerado branco pelo senso comum.
O livro-reportagem mistura técnicas de entrevistas, pesquisa histórica e perfis e é um levantamento inédito sobre a temática. “Paraná Preto” é um livro provocador e dinâmico que demonstra os conflitos e avanços da luta contra o racismo no país.

Nego Nagô, 13
Um estado branco, um movimento negro, 15
O dia 13 de maio, 18

Capítulo 1 – Fuxicando elas se entendem, 21
Preto, branco, colorido e racista, 23
Make-up e pó, 24
Meninas, 26
Uma Lolita negra, 26
Érika não tem RG, 28

Capítulo 2 – Sobre pirâmides egípcias, 31
Paixão pela negritude, 35
Cor de pobre, 37
Para conhecer o Brasil é preciso conhecer a África, 38

Capítulo 3 – Afirmando igualdades , 41
Com giz e lousa é que se começa a mudança, 45
Na comunidade, 48

Capítulo 4 – Educar para conhecer e reconhecer, 51
O profeta Elias mudando vidas, 57

Capítulo 5 – Lutando contra os herdeiros das capitanias hereditárias, 61
Cultura negra nas escolas, 64
Ações políticas em Curitiba, 65
Pão de queijo e capoeira, 68

Capítulo 6 – O 13 de maio e a 13 de maio, 71
Viés político da Sociedade 13 de Maio, 74
Altos e baixos, 75
Coisa boa pra chuchu, 77

Capítulo 7 – Jogando com raça, 81
Como xadrez, 83
Linha dura, coração mole, 84
Pra não dizer que não falei das flores, 86

Capítulo 8 – Feriado municipal em Londrina, 89
UEL cotista, 91
Yá Mukumby de mau humor, 93
Chuta que é eucaristia!, 95
Mãe Vilma dá adeus, 98

Capítulo 9 – A beleza da construção de ideias, 99
O concurso, 103
Outras atividades, 104
Bolinhos de amor ao próximo, 105
Vamos enegrecer as coisas, 110
300 Anos, 111
Contate, 113

Referências, 115

Aline Reis é curitibana, jornalista formada pela Universidade Positivo e, atualmente, vive na cidade de Umuarama, noroeste do Estado. Este é seu primeiro livro.

Maria Carolina Scherner é curitibana e jornalista. Graduada pela Universidade Positivo, é pós-graduanda em Assessoria e Gestão da Comunicação pela mesma escola. Este é seu primeiro livro.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Paraná Preto”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produtos Relacionados