Loading...

O Teatro Existencialista e o Autoritarismo

R$20,00

Categoria:
8% de desconto

pagamento com boleto bancário

Parcele em até 4X sem juros

parcela mínima R$ 30,00

Parcelamento
1x de R$20,00 sem jurosR$20,00
Loading...

Descrição

Paulo Roberto Correia de Oliveira

ISBN: 978-85-8443-163-2
PESO: 0,075g

A angústia e a liberdade sempre serviram de base para as teorias filosóficas existencialistas, como formas de expressão do tormento e da desesperança do homem cônscio do absurdo do universo e de sua própria vida.

As três peças analisadas neste livro – O Rinoceronte, de Eugène Ionesco; As Moscas, de Jean-Paul Sartre, e o Estado de Sítio, de Albert Camus – possuem como denominador comum a angústia e a luta solitária dos personagens centrais pela liberdade e, em consequência, contra qualquer forma de autoritarismo.

Outro aspecto do pensamento filosófico existencialista, usando o teatro, constitui-se no intento de oferecer no palco uma tese capaz de esclarecer o espectador sobre a sociedade em que vive e o dever, quando necessário, de transformá-la.

Paulo Roberto Correia de Oliveira
Nasceu em Curitiba, no dia 12 de abril de 1937. Bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba. Exerceu a magistratura. Atualmente é Juiz de Direito aposentado. Lecionou na Escola de Magistratura do Paraná, nas áreas de Direito Penal e Direito Civil (família). Pertence ao Centro de Letras do Paraná e Círculo de Estudos Bandeirantes, ambos com sede em Curitiba/Paraná. Autor dos livros Aspectos do Teatro Brasileiro, primeira edição publicada em 1999 e segunda edição em 2017, e O Teatro Existencialista e o Autoritarismo, de 2017.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Teatro Existencialista e o Autoritarismo”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *